Manifesto do Movimento Libertário Cubano no Exílio "Quem somos?" [2003]

CubaCuba. História do anarquismo

" Não somos uma organização anarquista mais, muito menos um círculo fechado de “eleitos” que pretende atribuir-se a representação do anarquismo cubano. Pelo contrário, somos uma rede de indivíduos e de colectivos com secções em diferentes cidades do mundo, que tenta uma coordenação mais efectiva entre as diferentes correntes que hoje formam o anarquismo cubano, desde o anarco-sindicalismo, o anarquismo revolucionário, o anarco-comunismo, o cooperativismo, o comunalismo, o primitivismo, o eco-anarquismo até ao insurreccionalismo libertário."

[Ler o Manifesto na Revista Utopia